Ex-funcionário que denunciou Renan é punido pelo Senado

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008 as 18:19, por: cdb

O Senado decidiu punir o ex-subsecretário-geral da Mesa Diretora Marcos Santi por ter denunciado sem formalizar as acusações contra o ex-presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL), de que usava o cargo de presidente para manipular o processo de cassação que sofreu no ano passado, do qual acabou absolvido.

Santi recebeu uma advertência e durante dois anos não será mais considerado “réu primário” em processos no Senado caso responda a outra denúncia.

A punição foi decidida pelo primeiro-secretário, Efraim Moraes (DEM-PB), após uma sindicância feita pela Casa. O ato foi publicado nessa sexta-feira após ter sido assinado pelo senador ainda na segunda-feira.

O funcionário se defende dizendo que fez as denúncias ao corregedor da Casa, senador Romeu Tuma (PTB-SP). O Senado, porém, não considerou formais as denúncias feitas à Tuma.