Europa pode afetar credibilidade da Otan se não enviar soldados

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 12 de novembro de 2003 as 03:01, por: cdb

A credibilidade da Otan será afetada se seus integrantes europeus não aumentarem o número de soldados nas missões multinacionais para enfrentar os desafios no Afeganistão, disse, na última terça-feira, o secretário-geral dessa organização.

George Robertson falou na assembléia parlamentar da Otan, em Orlando (Flórida, EUA), formada por legisladores de 19 países da Organização do Tratado do Atlântico Norte.

Robertson, que deixará seu cargo em dezembro, ressaltou que somente 55.000 dos 1,4 milhão de soldados não americanos da Otan estão atualmente atribuídos a missões multinacionais.

– É simplesmente inaceitável; (isso) ameaça criar uma falha estratégica nas operações atuais – expressou.

O secretário em fim de mandato da Otan pediu aos delegados da assembléia para utilizarem sua influência para superar os obstáculos orçamentários e as restrições legais, a fim de que enviem mais soldados.

Ao concluir sua dissertação, Robertson declarou a jornalistas que um fracasso no Afeganistão pode gerar mais terrorismo, aumentar o tráfico de drogas e o fluxo de refugiados.