Euro 2016: seleção da Inglaterra pede que torcedores se comportem

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 13 de junho de 2016 as 12:20, por: cdb

Por Redação, com Reuters – de Paris:

O técnico da seleção da Inglaterra, Roy Hodgson, e o capitão do time, Wayne Rooney, fizeram um apelo aos torcedores para que se comportem durante o jogo contra o País de Gales pelo Grupo B da Euro 2016 depois que os organizadores ameaçaram expulsar o país do torneio em reação a três dias de violência na cidade francesa de Marselha.

O primeiro final de semana do torneio foi ofuscado pelos episódios de violência em Marselha
O primeiro final de semana do torneio foi ofuscado pelos episódios de violência em Marselha

Em um vídeo publicado na página do Twitter da Associação de Futebol da Inglaterra, Hodgson e Rooney expressaram o temor de que novos focos de tensão possam causar uma eliminação precoce no campeonato europeu, sediado este ano na França.

– Como técnico da Inglaterra, obviamente estou muito preocupado neste momento com a ameaça que paira sobre todos nós e com a punição que pode ser imposta à equipe inglesa – disse Hodgson. “Trabalhamos muito duro para chegar aqui, e queremos continuar na competição”.

O primeiro final de semana do torneio foi ofuscado pelos episódios de violência em Marselha, durante os quais torcedores ingleses e russos se envolveram em distúrbios e obrigaram o batalhão de choque francês a usar gás lacrimogêneo e canhões de água.

A Uefa deu início a procedimentos disciplinares contra a federação russa, já que alguns de seus torcedores parecem ter agredido torcedores da Inglaterra no estádio Velodrome perto do final do confronto entre as seleções, que terminou em 1 a 1.

A entidade reguladora do futebol europeu alertou as autoridades inglesas e russas que seus times serão mandados de volta para casa se a confusão continuar, e há temores de que os torcedores dos dois lados criem novos problemas nesta semana. A Rússia enfrenta a Eslováquia em Lille na quarta-feira, e a Inglaterra joga contra os galeses em Lens, a meros 40 quilômetros de distância, na quinta-feira.