Eurico surpreende na posse de Márcio Braga

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 6 de janeiro de 2004 as 00:39, por: cdb

Na cerimônia de posse de Márcio Braga para seu quinto mandato na presidência do Flamengo, na noite da última segunda-feira, no salão nobre da Gávea, quem chamou a atenção foi um convidado inesperado: o presidente do Vasco, Eurico Miranda. O dirigente foi vaiado e chamado de ‘ladrão’ por alguns conselheiros rubro-negros.

Um deles, indignado, chegou a abandonar a sessão. O presidente da Federação de Futebol do Rio, Eduardo Viana, o Caixa D’Água, também foi vaiado ao chegar ao clube.

Em seu discurso de posse, Márcio Braga afirmou que não só o Flamengo, mas também Vasco, Corinthians e São Paulo viverão um período de corte de gastos e terão um teto salarial compatível com sua nova realidade. O presidente rubro-negro viaja nesta terça para Brasília, onde terá audiências com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no Palácio do Planalto; e com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Maurício Corrêa.

Márcio anunciou ainda a criação do Conselho Gestor, que dará as diretrizes a serem seguidas pela diretoria.

– Com o Conselho Gestor não teremos decisões solitárias. O regime do Flamengo não é parlamentar, e sim presidencialista. Iremos acompanhar os andamentos dos planos elaborados e para isso contaremos com uma secretaria. A previsão é de que até 30 de junho este novo processo esteja em andamento – disse.

Também foram anunciados os nomes dos outros vice-presidentes, além do vice geral Arthur Rocha Neto: Paulo Dantas (futebol), Gerson Biscotto (remo), Arnaldo Szpyro (esportes olímpicos), Sebastião Pedrazzi (finanças), José Carlos Dias (administração), Murilo Ramos (planejamento), Amir Bocaiúva (jurídico), Maurício Gomes (Fla-Gávea), Ronaldo Gomlevsky (contencioso), Bruno da Silveira (Fla-Novas Gerações) e Bernardo Amaral (marketing).