EUA vão proclamar vitória no Iraque

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 20 de abril de 2003 as 10:05, por: cdb

Os EUA estão prestes a se declararem vitoriosos na guerra do Iraque. A proclamação deverá acontecer nos próximos dias, segundo adiantou o ministro das Relações Exteriores da Austrália, Alexander Downer, país que apoiou a ação militar anglo-americana, chegando a enviar soldados e navios para o golfo Pérsico.

– Há apenas alguns detalhes para a proclamação final de vitória. O trabalho ainda está sendo feito, mas acontecerá [a declaração de vitória] nos próximos dias – disse o ministro em entrevista coletiva ao canal 7 da TV australiana.

Downer disse também que haverá discussões entre os EUA, o Reino Unido e seu país para fecharem o texto final proclamando a vitória. “Obviamente, será absolutamente preciso em termos legais e com o tom político certo”, afirmou.

Um dos altos oficiais da União Européia, Chris Patten, do Comissariado de Relações Exteriores, disse hoje que o retorno dos inspetores de armas da ONU (Organização das Nações Unidas) ao Iraque era “vital” para assegurar a credibilidade das buscas de armas de destruição em massa no país que estão sendo feitas pelos EUA.

“Acho que, na questão das buscas pelas armas, é do interesse de todos que haja a maior credibilidade possível”, afirmou. “Deve ser uma preocupação que se armas forem encontradas pela coalizão, que as usaram como uma das justificativas para a guerra, as pessoas em países árabes, no mundo islâmico, estarão inclinadas a acreditar mais em um achado feito pela ONU.”

O chefe de inspeções de armas da ONU, Hans Blix, disse na semana passada que poderia retornar ao Iraque em duas semanas se tiver o “sinal verde” do Conselho de Segurança da ONU.

Blix e Mohammed M. El Baradei, diretor da AIEA (Agência Internacional de Energia Atômica, órgão da ONU), foram forçados a deixarem o Iraque poucos dias antes do início da guerra.