EUA tiram do ar rede que envia 1,5 bilhão de spams por dia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010 as 12:59, por: cdb

Com a ajuda de um juiz norte-americano, a Microsoft conseguiu uma vitória contra uma das maiores fontes de spam da Internet: a popular botnet (rede de computadores controlada remotamente por hackers) Waledac. A empresa divulgou que conseguiu uma ordem da Justiça dos Estados Unidos que irá tirar do ar os 277 domínios com a terminação .com associados a esse rede, utilizada para o envio de e-mails indesejados e disseminação de pragas virtuais.

Com a ação, o coração da Waledac deixará de funcionar na Internet.  Segundo a Microsoft, os servidores utilizados pelos criminosos para enviar suas ordens para milhares de computadores contaminados por programas nocivos ficarão inativos.

A Waledac é uma rede que ganhou corpo no último ano, utilizada principalmente por spammer do leste europeu. Segundo a Microsoft, ela é capaz de enviar 1,5 bilhão de mensagens indesejadas por dia.

Em um processo movido pela Microsoft contra os spammers por trás da Waledac recebido nesta segunda (22/2) pela corte de Eastern Virginia, a Microsoft argumenta que a Verisign, que gerencia domínios .com é um ponto principal para desativar essa botnet, por isso foi solicitada sua ação para remover os domínios dos criminosos. A Verisign ainda não se manifestou sobre o caso.

Segundo a Microsoft, a ação, batizada de Operation b49, foi o resultado de meses de investigação. Em abril a empresa tentou combater a Waledac adicionando detecções específicas à ferramenta Malicious Software Removal. Mas isso não foi capaz de atrapalhar o crescimento da rede.