EUA tentam reaproximação com Otan e UE

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 3 de abril de 2003 as 09:27, por: cdb

O secretário de Estado americano, Colin Powell, deu início a uma maratona de pelo menos 20 encontros, em Bruxelas, com representantes da Rússia, União Européia e aliados da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte).

O objetivo é reconstruir relações diplomáticas afetadas pela guerra no Iraque e para discutir o futuro do país.

Colin Powell está buscando apoio da Europa para os futuros planos americanos para o Iraque.

Idealmente, Powell gostaria de obter uma nova resulução das Nações Unidas tratando da reconstrução do país.

Papel da ONU

França, Alemanha e Rússia ainda se opõem severamente a qualquer movimento que legitime a guerra.

Esses países querem um papel maior da ONU no futuro governo do Iraque do que Washington parece estar preparado para conceder.

Mas há alguns sinais de um atitude mais conciliatória dos três governos.

A Alemanha e a Rússia fizeram declarações conciliatórias sobre os planos americanos para uma mudança de governo no Iraque.

Na quarta-feira, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse que seu país não queria que os Estados Unidos perdessem a guerra no Iraque.

Já Colin Powell afirmou que daria as boas-vindas a sugestões sobre que papel a Otan pode desempenhar no Iraque do pós-guerra, algo que possibilitasse o envolvimento da França e da Alemanha.