EUA serão os “verdadeiros perdedores” da guerra, afirma Grass

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 3 de abril de 2003 as 18:06, por: cdb

O escritor alemão Günter Grass afirmou nesta quinta-feira, em uma entrevista para o canal de notícias N-TV, que os Estados Unidos serão “os verdadeiros perdedores” da guerra do Iraque embora não exista dúvida de que cedo ou tarde obterão a vitória militar.

“A vitória militar será obtida cedo ou tarde. Isso está claro. No entanto, os Estados Unidos serão os verdadeiros perdedores da guerra. Perdem prestígio e isso é algo que lamento porque eu não sou antiamericano”, disse Grass.

“Agora estamos vendo permanentemente como para procurar armas de destruição em massa se utilizam outras armas de destruição em massa, como as bombas de fragmentação, assim os Estados Unidos incorrem em crimes de guerra”, disse Grass.

Segundo o escritor, o desenvolvimento da guerra do Iraque permite que se entenda porque os Estados Unidos não quiseram ratificar o Tribunal Penal Internacional.

“Não queriam que houvesse uma instância que julgasse os crimes que iam cometer”, disse.

Grass também afirmou que quando a guerra terminar a ONU terá que recuperar sua autoridade e, nesse contexto, será inevitável que se debatam também os crimes dos dois lados na guerra do Iraque.

“Os piores crimes são sempre cometidos em nome de Deus. A linguagem de Bush se parece com a de Osama Bin Laden. Os dois tomam Deus como refém”, disse o escritor reiterando uma de suas opiniões favoritas sobre este conflito.