EUA pensam em não utilizar espaço aéreo da Turquia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 21 de março de 2003 as 09:42, por: cdb

Os governos da Turquia e dos Estados Unidos mais uma vez não conseguiram chegar a um acordo sobre o uso do espaço aéreo turco na guerra com o Iraque, o que pode levar os americanos a abrir mão dele.

O parlamento turco autorizou, na quinta-feira, os americanos a usarem o espaço aéreo do país. Mas os turcos querem em troca envolver-se militarmente no norte do Iraque, região dominada pelos curdos.

A intenção da Turquia seria usar suas tropas para controlar a entrada de refugiados iraquianos no país e vigiar os curdos.

Os Estados Unidos temem um sangrento confronto entre turcos e curdos, e por isso podem abrir mão da parceria com a Turquia.

Refugiados

O governo turco teme que, com o fim do atual poder central no Iraque após a guerra, os curdos declarem um Estado independente no norte do Iraque.

A invasão dessa região teria como objetivo impedir que isso ocorra.

Os curdos são um povo sem pátria, dividido, principalmente, entre quatro países: Turquia, Síria, Irã e Iraque, onde negociam com a oposição a Saddam Hussein a formação de um Estado autônomo, que faria parte de uma federação democrática iraquiana.

Segundo o correspondente da BBC na fronteira entre a Turquia e o Iraque, Jonny Dymond, há uma presença grande de tropas turcas na região, preparadas para entrar no Iraque.

Uma invasão poderia iniciar uma nova guerra que em nada interessa aos americanos.