EUA ocupam ponte sobre o Rio Tigre

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 2 de abril de 2003 as 09:19, por: cdb

Fuzileiros navais dos Estados Unidos capturaram nesta quarta-feira uma ponte estratégica sobre o Rio Tigre, na região central do Iraque, e assumiram o controle da Rodovia 6, que liga Kut a Bagdá, anunciou um comandante norte-americano.

Em Washington, autoridades do Pentágono afirmaram que a captura da ponte era vital para o avanço de tropas da coalizão liderada pelos EUA rumo à capital iraquiana, mais ao norte.

“Nós garantimos a travessia do Tigre”, disse uma autoridade. “Isso é crucial para o fluxo de tropas; potencialmente, milhares de soldados podem agora atravessá-la”.

Comandantes norte-americanos que participaram da operação disseram que “a ação de hoje (quarta-feira) foi um grande feito”.

“Ainda há batalhas de tanques em andamento”, declarou um deles, mas acrescentou que a Divisão Bagdá da Guarda Republicana de Saddam Hussein, baseada em Kut, tornou-se, agora, “irrelevante”.

Ao longo da noite, os fuzileiros navais bombardearam Kut – que fica 170 quilômetros a sudeste da capital -, mas não ficou claro, de imediato, se as forças avançariam para atacar a Divisão Bagdá ou se evitariam a cidade, prosseguindo em sua marcha e intensificando suas defesas.

Relatos de serviços de informações dos EUA sugeriram que a Divisão Bagdá perdeu metade de sua força, em conseqüência dos bombardeios das últimas horas, disseram porta-vozes militares norte-americanos.

A operação no flanco leste da marcha norte-americana para Bagdá coincidiu com um cerco a Karbala, a oeste do Rio Eufrates, e com um avanço, na direção norte, dessa região para Bagdá.

Karbala fica 110 quilômetros ao sul da capital, que está sob intensos bombardeios, há dias.

As autoridades do Pentágono disseram que houve alguma resistência de unidades da Guarda Republicana em Karbala, e vários mísseis iraquianos foram lançados de Bagdá em direção à região, mas sem registro de vítimas.