EUA intensificam buscas ao mulá Omar

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 1 de janeiro de 2002 as 19:04, por: cdb

Forças especiais dos Estados Unidos lançaram uma operação para tentar encontrar o líder do Talebã, mulá Mohammad Omar.A informação foi confirmada pelo primeiro-ministro interino do Afeganistão, Hamid Karzai. “Se ele estiver aqui, ele será preso”, afirmou.

O Pentágono disse que tinha “informações consistentes” do paradeiro do mulá Omar. Os Estados Unidos estão caçando o mulá Omar desde que ele fugiu de Kandahar, o quartel-general do Talebã, um pouco antes da cidade ser dominada pelas forças anti-Talebã, no dia 7 de dezembro.

As buscas pelo líder do Talebã se intensificaram. Dezenas de fuzileiros navais americanos foram vistos embarcando três helicópteros CH-46E Sea Knight na base americana em Kandahar, no sábado. Representantes da Defesa dos Estados Unidos disseram acreditar que o mulá Omar estava escondido perto de Baghran, na província de Helmand, a 170 quilômetros a noroeste de Kandahar.

O novo governo do Afeganistão justificou o ataque americano a um local no leste do Afeganistão, no domingo, que teria matado mais de cem pessoas. O ministro de Assuntos da Fronteira, Amanullah Zadran disse à agência AFP que os Estados Unidos “não tinham escolha”.

“Não estou apoiando o bombardeio (de pessoas inocentes) mas não havia outra escolha”, disse o ministro. “Era uma situação muito incerta. Ainda há oposição naquela área.”

O porta-voz do Exército americano, Matthew Klee insistiu que o local bombardeado não era um vilarejo, mas um esconderijo da Al-Qaeda. “Se havia pessoas inocentes que foram mortas lá, os números que estão sendo divulgados são infundados”, afirmou.