EUA fecha embaixada na Arábia Saudita com medo de atentados

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 20 de maio de 2003 as 11:30, por: cdb

O Departamento de Estado norte-americano anunciou nesta terça-feira que está fechando temporariamente a embaixada dos Estados Unidos em Riad, a capital da Arábia Saudita, e os consulados em Jedá e Dhahran devido a ameaças de “iminentes” ataques terroristas.

– A embaixada continua a receber informações críveis de que mais ataques estão sendo planejados contra alvos não-especificados na Arábia Saudita – afirmou a missão diplomática em nota divulgada em seu site na Internet.

A embaixada e os consulados não devem funcionar na quarta-feira e permanecerão fechados pelo menos até o fim desta semana.

A medida foi anunciada no momento em que a Arábia Saudita se encontra em estado de alerta máximo, depois de um múltiplo atentado suicida que matou 25 pessoas, além dos nove terroristas, em Riad, na semana passada.

Na segunda-feira, o embaixador saudita nos Estados Unidos, príncipe Bandar bin Sultan, disse que os terroristas que estão por trás dos ataques de 12 de maio a três condomínios de Riad, onde viviam muitos estrangeiros, estavam planejando uma operação ainda maior.

Os serviços de informações do reino acreditam que alguns dos terroristas que participaram dos ataques tenham sobrevivido e ainda estariam na Arábia Saudita.

Quatro pessoas suspeitas de manter ligações com a rede Al Qaeda, de Osama bin Laden, foram detidas como parte das investigações sobre os atentados em Riad.

O ministro do Interior, príncipe Naif bin Abdulaziz, disse que todos sabiam que os atentados ocorreriam.