EUA enviarão mais soldados ao Golfo Pérsico

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 1 de janeiro de 2003 as 23:51, por: cdb

O exército enviará alguns milhares de soldados da 3ª Divisão de Infantaria da Geórgia ao Kuwait em um dos maiores contingentes terrestres enviados ao Golfo Pérsico desde a guerra de 1991, disseram oficiais militares nesta terça-feira.

Umas das três brigadas de combate da divisão, cerca de 4000 soldados que estão sendo treinadas no deserto do Kuwait desde setembro, mas o QG da unidade no Fort Stewart, Geórgia, recebeu uma ordem de última hora do exército para enviar um reforço de 15 mil soldados da tropa de combate para se juntar aos soldados no Kuwait, segunda oficiais. “Todos eles têm ordens se colocarem em posição”, disse nesta terça-feira o Capitão James Brownlee, porta-voz da divisão.

O Pentágono vem aumentando sua força no Golfo Pérsico há meses, mas a chegada da 3ª Divisão de Infantaria será o início da participação de uma divisão completa que inclui soldados terrestres, blindados, aviação e unidades de artilharia. O contingente é o último aviso visível dado a Saddam Hussein que a Administração Bush está caminhando em direção a uma ação militar após os esforços diplomáticos para desarmar o Iraque.

O aviso é o mais agressivo desde que a 3ª Divisão de Infantaria se especializou em guerra no deserto e sua brigada tem feito exercícios de treinamento no Kuwait e no sul da Califórnia há meses. Além da mobilização da 3ª Divisão de Infantaria, a Marinha na terça-feira ordenou o envio do porta-aviões Abraham Lincoln para permanecer no mar por talvez três outros meses a estar preparado para se dirigir ao Golfo Pérsico sem aviso-prévio, disseram oficiais.

O Lincoln com sua frota de sete navios completou recentemente um tour de seis meses pela região do Golfo, e assim que partiu da Austrália em direção a Everett, Washington, recebeu ordem da Marinha para que permanecesse no oeste do pacífico como preparação para um possível guerra contra o Iraque, disseram oficiais.

Oficiais não precisaram o momento exato dos movimentos da 3ª Divisão de Infantaria, mas disseram que as tropas partirão nos próximos de Fort Stewart, Fort Benning e do Campo de Caça do Exército, todos na Geórgia.

Muitos dos equipamentos, incluindo vários dos 4300 veículos, já estão no Kuwait, mas Brownlee disse que outros equipamentos serão enviados de Savannah.

A 3º Divisão de Infantaria tornou-se a favorita para ser enviada ao Golfo Pérsico após o Secretário de Defesa Donald H. Rumsfeld ter assinado uma ordem na última terça-feira mobilizando uma divisão para servir na região, disseram oficiais.

A diretiva de Rumsfeld também colocou em movimento a primeira leva do reforço de 50 mil homens a ser enviada à região no próximo mês, praticamente dobrando a força dos Estados Unidos no Golfo.