EUA dizem ter cercado Bagdá

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 6 de abril de 2003 as 16:43, por: cdb

Forças dos Estados Unidos concluíram neste domingo o cerco a Bagdá ao assumir o controle de todas as estradas nos arredores da capital iraquiana, informou uma importante fonte do Exército norte-americano ao correspondente da CNN Walter Rodgers.

Comandantes militares enviaram um recado aos combatentes iraquianos na cidade, aconselhando-os a não usar as estradas se quiserem continuar vivos.

Ainda neste domingo, fontes das forças anglo-americanas disseram que as forças iraquianas estavam usando hospitais, escolas, mesquitas e residências como bases para operações militares.

No Catar, porta-vozes do Comando Central disseram que unidades da Guarda Republicana receberam ordens para entrar na Mesquita Mãe de Todas as Batalhas e no Hospital Saddam – dois locais que não estão na lista de alvos da coalizão.

Perto de Bagdá, comandantes do Exército norte-americano afirmaram que combatentes iraquianos não pertencentes às forças armadas estavam se escondendo em escolas, durante o dia, e saindo à noite para atacar forças anglo-americanas.

Na Jordânia, a correspondente da CNN Rula Amim disse que fontes de Bagdá haviam informado que forças iraquianas, em alguns casos, haviam expulsado famílias para ocupar suas casas.

Porta-vozes da coalizão acusaram repetidamente as forças iraquianas de usar locais religiosos, históricos e civis em geral para realizar operações militares, bem como instalar equipamentos militares perto de residências.

Autoridades do regime do presidente Saddam Hussein rejeitaram essas alegações e acusaram a coalizão de bombardear intencionalmente esses lugares.