EUA dizem que iraquianos lutam entre si em Nassiriyah

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 7 de abril de 2003 as 18:32, por: cdb

Disparos de armas de baixo calibre e explosões ecoaram na cidade de Nassiriyah, sul do Iraque, depois de anoitecer nesta segunda-feira, quando forças norte-americanas chegaram na área onde acontece um combate entre iraquianos.

Um correspondente ouviu o estrondo de fogos de rifles e explosões do que pareceram ser granadas vindas do centro da cidade, tornando-se bastante intensas com o tempo. Mas não estava claro quem estava envolvido e comandantes norte-americanos disseram que não planejavam intervir.

“Nós estamos vendo forças dentro da cidade tomando umas a outras. São iraquianos contra iraquianos”, disse o capitão Rick Crevier, comandante de uma companhia com a 15ª Unidade Expedicionária de Fuzileiros Navais.

Crevier disse que os combatentes podem ser moradores lutando contra paramilitares Fedayin pró-Bagdá, pessoas se rebelando contra o partido Baath do presidente Saddam Hussein, ou apenas saqueadores.

“Nós estamos deixando-os continuar e separaremos as coisas na manhã da próxima terça-feira. Não há forças norte-americanas na luta agora”, disse Crevier.

Houve incidentes de saques entre iraquianos em outras cidade agora sob controle norte-americano ou britânico.

Não se sabe se a batalha estava ligada à informação da chegada de centenas combatentes anti-Saddam que iam em comandados por Ahmad Chalabi, o mais conhecido líder do Congresso Nacional Iraquiano (INC).

Uma autoridade da oposição disse em Washington nesta segunda-feira que 700 combatentes irão se juntar à campanha militar norte-americana contra o governo iraquiano, entregando ajuda humanitária e “mantendo a lei, ordem e estabilidade nas áreas já libertadas”.

Nassiriyah é uma cidade estratégica localizada no parte baixa do rio Eufrates e foi local de combates intensos logo após forças britânicas e norte-americanas terem invadido o Iraque no dia 20 de março. Não há informações de resistência iraquiana nos últimos dias.