EUA afirmam que Coréia do Norte tem novo míssel

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 11 de setembro de 2003 as 03:11, por: cdb

A Coréia do Norte utilizou tecnologia russa para desenvolver um novo míssil de alcance intermediário que pode ser o mais eficaz e preciso sistema no estoque de Pyongyang, disseram autoridades norte-americanas na última quarta-feira.

Há também ‘indicações’ de que os norte-coreanos começaram uma limitada produção de mísseis de longo alcance Taepo Dong 2, que podem alcançar a parte continental dos Estados Unidos. Isto pode significar que a arma está quase pronta para exportação, disse uma autoridade dos Estados Unidos, na condição de anonimato.

Especialistas dizem que se o país construiu um novo míssil baseado em novo design, no lugar da antiga tecnologia Scud, trata-se de uma evolução significativa. Mas alguns estão céticos. Uma outra autoridade norte-americano acredita que a administração Bush esteja dividida em sua avaliação do programa de mísseis de Pyongyang.

Alguns disseram que o míssil é baseado no míssil russo SSN6, lançado por submarino, desenvolvido em 1969, com alcance de 5.470 quilômetros.

Outra autoridade levantou a hipótese de o míssil ter sido adquirido após a desintegração do império soviético, quando tudo foi posto à venda.

– Não há indicação de que os russos tenham recentemente se envolvido neste programa – afirmou.

Outros, porém, dizem que essa versão não é definitiva. Isso porque a Rússia, que nega colaboração com a Coréia do Norte, nega igualmente parceria com o Irã, e Washington sabe, afirmam os oficiais, que esse envolvimento existe.