Estudantes protestam e são detidos no Chile

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 8 de maio de 2003 as 03:01, por: cdb

Cerca de 50 estudantes universitários foram detidos pela polícia chilena nesta quarta-feira. Eles protestavam exigindo aumento de verbas para bolsas de estudo e créditos universitários. A manifestação reuniu mais de 3 mil pessoas.

Em Santiago, exigindo mais recursos para estudar nas diversas instituições que cobram, em média, US$ 3 mil anuais em taxas mais de 2,8 mil, estudantes marcharam pela avenida principal. Para conter a multidão, a polícia usou bombas de gás lacrimogêneo e jatos d’água.

Na capital, 15 pessoas foram presas, incluindo o presidente da Federação de Estudantes da Universidade do Chile, Julio Lira. Segundo a polícia, 28 jovens foram detidos em Valparaíso e pelo menos dez em Concepción. Também houve protestos em Arica, Antofagasta, La Serena, Talca, Temuco e Valdivia, de acordo com fontes.