Estudantes de escolas da zona rural recebem livros adaptados à realidade do campo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 13 de março de 2012 as 10:49, por: cdb

Alunos das séries iniciais das escolas municipais localizadas na zona rural de Teresina estão recebendo livros didáticos diferenciados, com conteúdos mais próximos da realidade do campo. Essa é uma ação do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), que pretende chegar à todas as escolas do país até 2013.

Serão 12,4 milhões de livros didáticos para 3 milhões de alunos, em 73 mil escolas rurais. A compra e a distribuição das obras estão orçadas em R$ 87 milhões. Os livros, em edições multisseriadas, seriadas ou multidisciplinares, poderão ser escolhidos pelos professores de acordo com a realidade da escola.

Os livros do PNLD Campo têm configuração diferenciada e podem ser multisseriados, multidisciplinados e divididos por áreas de ensino, contemplando o cotidiano da sala de aula das escolas de zona rural, que funcionam em metodologias próprias.

Em Teresina, 15 escolas municipais do campo já receberam os livros, principalmente com conteúdos de letramento e matemática. “Essas são Escolas Ativas, que utilizam recursos pedagógicos para estimular a construção do conhecimento do aluno e buscam melhorar a qualidade do desempenho escolar em classes multisseriadas das escolas de zona rural”, explica Franci Soares, Coordenadora do Programa Escola Ativa da SEMEC.

As editoras interessadas podem se cadastrar e pré-inscrever suas coleções até o dia 30 de março, de acordo com os termos do edital publicado na página do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) na internet. Serão aceitas para participar do processo de avaliação coleções didáticas consumíveis (que não precisam ser devolvidos no final do ano letivo) de alfabetização matemática, letramento e alfabetização (primeiro ao terceiro ano), língua portuguesa, matemática, ciências, história e geografia (quarto e quinto anos).