Estudante baleada sai do coma e reconhece a mãe

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 12 de maio de 2003 as 03:49, por: cdb

A estudante baleada na semana passada no campus da Universidade Estácio de Sá, no Rio Comprido, saiu do coma neste domingo e deu um grande presente para sua mãe no Dia das Mães.

Luciana Gonçalves de Novaes, estudante de enfermagem, depois de quase uma semana sob o efeito de sedativos e em coma induzido, ao voltar à consciência e reconheceu a mãe em primeiro lugar, além de outros familiares.

Ainda muito emocionada, a irmã da estudante, Conceição de Novaes, disse estar aliviada. O pai da estudante, o motorista aposentado José Almir de Novaes, também se mostrou mais otimista:

– Minha dor é grande, mas Deus é maior que a minha dor – disse o pai.

Apesar do progresso no tratamento os médicos não sabem dizer se ela vai recuperar os movimentos das pernas e dos braços. Na quinta-feira, a estudante passou por uma cirurgia em que duas próteses metálicas foram implantadas na altura da terceira vértebra cervical, atingida pelo tiro.

O subchefe de Polícia Civil, delegado José Renato Torres, deve entregar nesta segunda, ao secretário de Segurança Pública, Anthony Garotinho, três CDs com todas as imagens captadas pelas câmeras da Estácio no dia em que Luciana foi atingida por um tiro na mandíbula enquanto estava na cantina do campus.

As imagens devem ser vistas pelo secretário e pela governadora Rosinha Matheus. A reconstituição do caso também será feita nesta segunda.