Estados Unidos transferem presos de Guantánamo para Omã

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 13 de junho de 2015 as 12:26, por: cdb
Prisão de Guantânamo: Os detidos são mantidos em uma área de espera pela Polícia Militar no Campo Raio X, durante o seu "processamento" para a prisão. Foto de janeiro de 2002.
Obama enfrenta a resistência do Congresso americano, que rejeita a transferência dos prisioneiros de Guantánamo para os EUA

Os Estados Unidos transferiram seis detentos do controverso campo de prisioneiros em Guantánamo para Omã, informou neste sábado o Departamento de Estado americano.

– Os Estados Unidos estão gratos ao governo de Omã pelo seu gesto humanitário e vontade de apoiar os esforços americanos para encerrar a prisão de Guantánamo – afirmou o Departamento de Estado em comunicado.

Os seis detentos enviados para Omã – os primeiros a serem transferidos desde janeiro – são iemenitas, a nacionalidade predominante entre os detidos no campo de prisioneiros de Guantánamo, criado após os atentados de 11 de setembro de 2001.

Desde que chegou à Casa Branca, o presidente Obama se empenha em fechar a controversa prisão americana em Cuba, que acolhe suspeitos de terrorismo.

No entanto, Obama enfrenta a resistência do Congresso americano, que rejeita a transferência dos prisioneiros de Guantánamo para os EUA, por riscos à segurança nacional.

Em 2009, quando Barack Obama iniciou seu primeiro mandato, Guantánamo contava com 240 prisioneiros. Após a nova transferência de presos, permanecem ainda 116 reclusos na prisão americana em Cuba.