Estações de trem vão receber reforço da Polícia Ferroviária

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 21 de maio de 2015 as 14:29, por: cdb
Além de fiscalizar os trilhos para impedir roubos a passageiros, os novos policiais serão responsáveis por intensificar a segurança
Além de fiscalizar os trilhos para impedir roubos a passageiros, os novos policiais serão responsáveis por intensificar a segurança

Quarenta policiais militares do Grupamento de Polícia Ferroviária do Rio de Janeiro farão o reforço da malha ferroviária da região metropolitana do Estado a partir desta semana. Eles atuarão nas áreas de grande circulação de pessoas, como as estações de Madureira, na Zona Norte, Deodoro, na Zona Oeste, e Belford Roxo, na Baixada Fluminense. A informação foi divulgada pela Secretaria Estadual de Segurança e busca aumentar a segurança nos vagões e nos trilhos.

Os 40 PMs são recém-formados pelo Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap) e estão passando por um treinamento específico para entender a dinâmica da segurança nos trens e plataformas.

Com o aumento, 90 policiais trabalharão nas plataformas dos cinco ramais e nos vagões dos trens da Supervia, concessionária que administra os trens de passageiros. “O reforço será importante para ampliar a segurança da população nas plataformas e vagões. O trem é o maior transporte público do nosso estado. Já temos um planejamento para distribuir esses novos profissionais”, afirmou o major Luís Artur Castro, representante do grupamento.

Além de fiscalizar os trilhos para impedir roubos a passageiros, os novos policiais serão responsáveis por intensificar a segurança nos dias de jogos de futebol, nos estádios do Maracanã e Engenhão. Eles serão posicionados nas plataformas que dão acesso aos estádios.

No início do ano, foram registrados diversos assaltos e arrastões nos trens e nas plataformas da Supervia. Em um deles, no mês de março, 35 pessoas tiveram os pertences roubados em um vagão do ramal Santa Cruz com destino à Central do Brasil por dois menores armados com um revólver calibre 38. Eles tentaram fugir, mas foram detidos por PMs do 4º BPM (São Cristóvão).