Estaca Zero ganha Unidade de Saúde

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 18 de abril de 2012 as 10:07, por: cdb

A população da Estaca Zero, zona rural Leste, recebeu nesta quarta-feira (18) uma nova unidade de saúde que vai melhorar o atendimento da atenção básica para os moradores da região.

Com a unidade de saúde já em funcionamento, mais de 900 pessoas vão poder buscar atendimento com uma equipe da Estratégia Saúde da Família (ESF), que possui médico e dentista, e ainda marcar consultas, receber medicamentos e realizar a coleta de exames. A unidade foi construída numa área de 284 metros quadrados, com investimento na ordem de R$ 91 mil, com recursos próprios da Prefeitura de Teresina.

“Essa unidade de saúde é um pedido que há anos estamos solicitando à Prefeitura. Antes tínhamos que gastar dinheiro com passagem de ônibus para ir até a zona urbana e ter acesso aos serviços médicos básicos. Mas esse é um transtorno que não teremos mais que enfrentar, pois agora temos médicos, enfermeiros e outros serviços de saúde bem perto de casa”, comemora a líder comunitária da Estaca Zero, Mariola Rocha.

Durante a inauguração o prefeito de Teresina, Elmano Férrer, destacou que outras obras ainda estão sendo realizadas em toda a cidade para ampliar ainda mais o atendimento à saúde. “São mais 13 novas unidades de saúde que estão sendo construídas ou reformadas, além da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que vai ajudar a desafogar o Hospital de Urgência de Teresina Dr. Zenon Rocha”, explica o prefeito.

Somente na Zona Leste de Teresina, estão sendo construídas as unidades de saúde na Taboca do Pau Ferrado e Cacimba Velha e serão reformadas as da Santa Teresa e Santa Luz. Também seguem em ritmo acelerado as Unidades de Saúde dos bairros Poti Velho, Parque Esperança e Vale do Gavião e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no bairro Renascença.

A unidade recebeu o nome do médico piauiense Francisco das Chagas Pinto Martins que trabalhou na IAMH e na Fundação de Serviços Hospitalares do estado do Piauí (FUSEPI), da Secretaria de Saúde do Estado do Piauí (SESAPI). Na Legião Brasileira de Assistência do Piauí (LBA) exerceu função de chefe de serviço médico e superintendente substituto. O médico faleceu em 02 de maio de 1993, aos 54 anos.