Esposa de Marílson sofreu durante a São Silvestre

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 31 de dezembro de 2003 as 21:33, por: cdb

Uma torcedora em especial sofreu durante a São Silvestre. Juliana, esposa do campeão Marílson Gomes dos Santos, acompanhou a prova pela televisão e, quando o atleta entrou na Avenida Paulista, ela correu para o pódio para esperar o marido.

– Sempre confiei na vitória, porque ele treinou demais esse ano e melhorou muito – disse Juliana, que é atleta especialista nos 800 m.

– Eu fico muito nervosa, mais do que ele. Foi muito difícil para mim – afirmou.

Marílson e Juliana se casaram 40 dias antes da São Silvestre de 2002 e não tiveram lua-de-mel, porque o corredor estava se dedicando aos treinamentos.
 
– Acho que vamos continuar sem lua-de-mel, porque em 2004 vamos tentar o índice para as Olimpíadas – disse Juliana.

O vencedor da 79ª edição da São Silvestre reconheceu a importância da esposa.
 
– Ela me conhece melhor do que ninguém. Está sempre do meu lado, me dando força – disse.
Marílson, vice-campeão em 2002, apostou tudo na corrida deste ano.
 
– Sempre corria pela vitória, mas só subia no pódio. Tinha de ganhar esse ano ou não era nunca mais – afirmou o brasileiro, que recebeu uma ótima notícia.

Um dos seus patrocinadores pessoais deu um bônus de R$ 17 mil, mesmo valor dado pela organização da prova ao vencedor.

Na opinião de Marílson, a corrida foi definida na Avenida Brigadeiro Luís Antônio.
 
– Na subida da Brigadeiro sabia que tinha de puxar o ritmo e sair na frente. Fiz isso e deu certo – disse o campeão.