Esponja marinha tem substância anticancerígena, dizem pesquisadores

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 4 de novembro de 2003 as 19:09, por: cdb

Pesquisadores do Instituto Oceanográfico Harbor Branch, na Flórida, afirmam ter comprovado, após 20 anos de pesquisa, a presença de um agente anticancerígeno numa pequena esponja marinha.

Eles descobriram a espécie em 1984, em altas profundidades, e desconfiavam que o composto
poderia ser 400 vezes mais potente que o Taxol, uma das drogas mais usadas no combate à doença atualmente. Os cientistas estão prestes a divulgar o que é o composto e como funciona.