Esperança e medo marcam rodada do Brasileirão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 6 de novembro de 2003 as 10:52, por: cdb

O complemento da 41ª rodada do Campeonato Brasileiro apresenta a briga entre dois times populares na disputa por uma vaga na Libertadores, além do desespero do Tricolor baiano na tentativa de fugir do rebaixamento.

Às 20h30, no Maracanã, o Flamengo joga suas últimas esperanças de tentar uma vaga na Libertadores contra um concorrente direto: o Atlético-MG. Com 56 pontos, os cariocas estão em 12º na tabela e dependem de uma vitória para continuar sonhando. O Galo, em sexto, com 63, também corre atrás dos três pontos para passar o Internacional e entrar, novamente, na zona de classificação.

Em Salvador, o desespero do Bahia (penúltimo colocado, com 40) entra em campo, às 20h30, para encarar o mesmo desespero da Ponte Preta, que está em 20º (45 pontos). Somente uma vitória interessa para as duas equipes. Os baianos querem deixar o Fortaleza na zona do rebaixamento (42 pontos), enquanto os campineiros querem dar um pontapé nesse fantasma.

Em Goiânia, no mesmo horário, o Goiás, a exemplo do Flamengo, ainda sonha com vaga na Libertadores. Com 59 pontos, em oitavo lugar, os goianos, sensação do segundo turno, terão uma tarefa não muito complicada: encaram o Atlético-PR. Os paranaenses figuram em 16º, com 50 pontos.

No complemento da rodada, em campinas, no mesmo horário, o Guarani pega o São Caetano. Um jogo de interesse para as duas equipes na briga pela quinta vaga da Libertadores. Os campineiros têm 57 pontos (décimo lugar) e encaram a equipe do ABC paulista, que está um pouco melhor na classificação (sétimo, com 62). Briga promete ser de foice, no escuro.