Erro contra Serena tira juiza do US Open

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 8 de setembro de 2004 as 11:56, por: cdb

 Mariana Alves, a árbitra responsável pela controvérsia na partida das quartas-de-final do Aberto dos EUA entre Serena Williams e Jennifer Capriati na terça-feira, não vai mais atuar em jogos da competição neste ano.

Quando a partida estava empatada no terceiro set, a portuguesa Alves deu como fora um backhand de Williams, que havia claramente sido dentro e que o árbitro de linha havia validado.
“Lamentavelmente, o replay da televisão mostrou a marcação errada da árbitra”, disse o juiz da competição Brian Earley em um comunicado.

– Foi cometido um erro e conversei sobre o lance com a Sra. Alves. Ela não vai mais trabalhar em jogos do Aberto dos EUA em 2004 –  

Apesar de a marcação de Alves ser inaudível na televisão, e de Williams dizer que o bola havia sido dentro, os replays provaram que a bola foi claramente boa. Capriati venceu a partida por 2-6, 6-4 e 6-4, e Williams saiu da partida afirmando ter sido “roubada”.


Em Wimbledon também este ano, o árbitro britânico Ted Watts foi retirado da competição depois de um incidente bizarro quando deu um ponto para Karolina Sprem que ela não deveria ter recebido contra Venus Williams, irmã de Serena.