Equipe do Ibama é atacada por traficantes de tartaruga

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 15 de novembro de 2006 as 20:54, por: cdb

Uma equipe do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) foi atacada na região de Santa Maria do Boiaçu, em Caracaraí, município de Roraima, na tarde desta terça-feira. O Ibama só soube da informação na manhã desta quarta-feira. Homens armados chegaram atirando no acampamento, onde havia sete pessoas: cinco colaboradores eventuais (trabalhadores terceirizados) e dois funcionários do Ibama.

Segundo a gerente executiva do Ibama no estado, Nilva Baraúna, seis pessoas foram baleadas. O veterinário do Ibama Raimundo Pereira Cruz, foi baleado e socorrido em um hotel de selva na região. O colaborador José Santos Cruz sofreu o primeiro tiro. Ele caiu dentro do barco do Ibama e foi levado por traficantes de tartarugas. O colaborador está desaparecido.

A gerente disse que a represália foi por conta da fiscalização de combate à captura de quelônios (tartarugas, cágados e jabutis), feitas pela Fundação de Meio Ambiente de Roraima. Aviões foram deslocados par o local levando combustível, paramédicos, equipe de resgate, além de representantes do Ibama, Fundação de Meio Ambiente e Polícia Federal.

Os funcionários do Ibama e os colaboradores (pessoas contratadas por um curto perído para cozinhar, conduzir o barco e fazer as marcações dos buracos onde ficam os ovos das tartarugas) estavam fazendo trabalho de manejo quando foram tacados. Não eram parte da fiscalização.