Entrega de empresário mato-grossense está sendo negociada com Uruguai

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 11 de abril de 2003 as 18:35, por: cdb

A Polícia Federal está negociando com o governo uruguaio a entrega, o mais rápido possível, do empresário João Arcanjo Ribeiro, sem os entraves burocráticos dos acordos de extradição.

A informação foi dada, no final da tarde desta sexta-feira, pelo diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Lacerda. Segundo ele, dois delegados da PF já se encontram em Montevidéu, capital uruguaia, onde Arcanjo, também conhecido como Comendador, foi detido na tarde da última quinta-feira (10).

Contra ele quatro mandados de prisão por indício de formação de quadrilha, homicídios, contrabando, sonegação fiscal, corrupção, exploração do jogo do bicho e de máquinas
caça-níquel. As práticas criminosas das quais Arcanjo está sendo acusado estendem-se por todo o estado de Mato Grosso, com ramificações no Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Rio de Janeiro.