Entre extremistas havia uma mulher: 250 vítimas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 14 de novembro de 2015 as 13:27, por: cdb

Por Redação, com Sputnik – de Paris

Dois dos sete extremistas islâmicos responsáveis pelos ataques mortais de sexta-feira em Paris foram identificados, informou a polícia. Um deles era sírio, o outro era francês. Mais cedo, um passaporte sírio foi encontrado perto do corpo de um dos homens-bomba em Paris, informou a polícia neste sábado.

Vítimas dos ataques coordenados pelo Estado Islâmico são atendidos
Vítimas dos ataques coordenados pelo Estado Islâmico são atendidos

Segundo a nova informação, perto do corpo de mais um terrorista suposto foi encontrado o passaporte do cidadão egípcio perto do estádio Stade de France. Depois a rádio Europe1, citando os testemunhas, disse que entre os terroristas que atacaram o teatro Bataclan havia uma mulher.

Os ataques terroristas foram perpetrados em diferentes locais em Paris na sexta-feira, incluindo a sala de espetáculos Bataclan e um estádio de futebol. O número de mortos nos atentados terroristas ontem à noite em Paris aumentou para 128, disse uma fonte no gabinete do procurador no sábado (14). Um total de 180 pessoas estão feridas, incluindo 99 em estado crítico.

Homens armados com armas automáticas atacaram restaurantes e uma sala de concertos em Paris na sexta-feira. Um bombista suicida fez-se explodir junto a um estádio cheio de gente. O presidente François Hollande disse que o ataque terrorista não tinha precedentes na França.