Encontrada no Congo vala com 30 mortos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 22 de maio de 2003 as 17:03, por: cdb

Uma vala com cerca de 30 cadáveres foi encontrada no nordeste da República Democrática do Congo, elevando para mais de 300 o número de mortos nos choques entre milícias das etnias hema e lendu na região.

Os corpos foram encontras nos arredores de Bunia, a capital regional, de acordo com representantes da ONU (Organização das Nações Unidas).

Uma enviada a Bunia, disse que não se sabe se são restos mortais de civis ou de integrantes das milícias rivais.

Mas a maioria dos corpos encontrados em outros lugares até o momento é de civis executados à queima-roupa ou assassinados com facões.

Força internacional

Os conflitos entre hema e lendu ganharam novo impulso depois que as tropas de Uganda, que estavam no nordeste do Congo, voltaram ao seu país.

Desde então, estima-se que 20 mil congoleses tenham abandonado a região em direção ao país vizinho.

Um cessar-fogo entrou em vigor nos últimos dias, o que tem permitido que equipes de ajuda internacional recuperem os corpos de vítimas do conflito.

Recentemente houve alegações de que alguns participantes do conflito estariam praticando canibalismo, o que não foi confirmado pela ONU até o momento.

A brutalidade dos combates tem levado a pressões para que seja enviada uma força multinacional para tentar dar um fim ao conflito.

Moradores da região dizem querer que as milícias sejam desarmadas e as estradas desobstruídas a fim de que eles possam abandonar Bunia.