Empresas vêem 2007 com boas perspectivas, diz a FGV

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 22 de novembro de 2006 as 12:26, por: cdb

As perspectivas das empresas brasileiras para o próximo ano são favoráveis, mas continuam praticamente no mesmo patamar verificado um ano atrás, mostrou pesquisa elaborada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), divulgada nesta quarta-feira. Grande parte das empresas consultadas espera um aumento no faturamento, pretende contratar novos empregados e fazer investimentos no setor produtivo.

Foram consultadas 1.051 empresas entre os dias 2 de outubro e 6 de novembro, e os resultados podem ser comparados com levantamento feito um ano antes. A parcela das empresas que prevêem aumento do faturamento em 2007, descontada a inflação, passou para 71%, ante 72% um ano atrás. A proporção das companhias que projetam queda no faturamento caiu de 9% para 5%.

Do lado do emprego, 40% dos consultados esperam aumentar o quadro de trabalhadores ao longo de 2007, acima dos 30% que estimavam o mesmo cenário para 2006. Já as empresas que projetam reduzir o número de trabalhadores, a parcela caiu de 16% para 10% no período.

Em termos de investimento, a proporção das empresas que programam aumentar os gastos em 2007 é de 39%, ligeiramente acima dos 38% que previam o mesmo para 2006.