Empresas pontocom demitem mais após atentados

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de novembro de 2001 as 15:14, por: cdb

As demissões nas empresas de Internet nos Estados Unidos aumentaram 62% em outubro e passaram de 2,98 mil em setembro para 4,84 mil, de acordo com o estudo mensal da empresa de consultoria Challenger, Gray & Christmas que atribuiu parte dessas demissões aos ataques de 11 de setembro.

De acordo com a Challenger, as empresas mais afetadas foram os sites de viagens. A pesquisa mostrou que 42% das demissões realizadas em outubro ocorreram em empresas prestadoras ou que vendiam serviços ao usuário, como as ligadas ao setor de turismo. Além destas, as empresas de tecnologia também foram atingidas no último mês, registrando 1,14 mil cortes, sendo seguidas pelas companhias de serviços e aplicações B2B (business-to-business/aplicações de negócios corporativas), que demitiram mil funcionários.

Apesar da alta, os números de outubro ainda foram inferiores às demissões registradas no mesmo mês do ano passado, quando as pontocom dispensaram 5,67 mil profissionais. Até agora, mais de 95,21 mil postos de trabalho online foram eliminados – mais do que o dobro dos 41,51 mil contabilizados no ano passado.

“Muitas empresas atribuíram a queda de seus negócios às incertezas econômicas decorrentes dos atentados de 11 de setembro”, revelou John Challenger, principal executivo da Challenger, Gray & Christmas. “Assim como na maioria das indústrias, os impactos dos ataques terroristas também estão gerando reflexos nas empresas pontocom.”