Empresas do Brasil têm interesse em obras na Colômbia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 25 de setembro de 2004 as 09:56, por: cdb

Quatro empresas de Brasil, Argentina e Espanha estão interessadas na realização das principais obras da hidroelétrica Porce III, avaliada em 600 milhões de dólares, na Colômbia, informou na sexta-feira a Empresas Públicas de Medellín (EPM), proprietária do projeto.

A EPM, maior prestadora de serviços públicos da Colômbia, anunciou que oito empresas colombianas e as quatro estrangeiras entregaram pedidos para participar dos processos de pré-classificação para a construção das obras da usina que deve começar a funcionar em maio de 2010.

As representantes brasileiras na disputa são as construtoras Norberto Odebrecht e a Camargo Corrêa. As principais obras envolvem a construção da represa e da central subterrânea.

As principais empresas concorrentes são a espanhola FerrovialAgroman S.A de España, a argentina IECSA S.A e as colombianas Conconcreto S.A., Coninsa-Ramón H S.A, Grupo Odinsa S.A, Mincivil S.A e Construcciones El Cóndor S.A, segundo informou a EPM em comunicado de imprensa.

A empresa acrescentou que no início de novembro deve ser aberto o processo de licitação para as empresas que conseguiram a pré-qualificação.

A expectativa é de que as obras comecem no final de abril do ano que vem.