Empresas de telecomunicações dão R$ 32,7 milhões para o Fust

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 20 de setembro de 2001 as 18:06, por: cdb

As empresas prestadoras de serviços de telecomunicações contribuíram este mês com R$ 32,7 milhões para o Fundo para Universalização das Telecomunicações – Fust. A previsão, segundo informou a Agência Nacional de Telecomunicações -Anatel, é de que a receita do Fust deverá chegar a R$ 944,1 milhões, este ano.

Segundo a agência reguladora, 199 empresas do setor contribuem com 1% da receita operacional bruta todo mês para o fundo, que tem como objetivo levar as telecomunicações e a informática para as camadas mais pobres da população.

A divisão, de acordo com a Anatel foi a seguinte: dos R$ 32,7 milhões arrecadados este mês, os serviços de telefonia fixa contribuiram com R$ 25,1 milhões; o Serviço Móvel Celular, com R$ 4,9 milhão; a TV por assinatura com R$ 1,1 milhão e os demais serviços de telecomunicações com R$ 1,6 milhão. A Anatel, por sua vez, transfere para o Fust metade dos recursos obtidos com as outorgas que contrata e que este ano já somam R$ 700 milhões.