Empresários poloneses querem comprar vinhos brasileiros

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010 as 11:01, por: cdb

Os poloneses estão interessados nos vinhos brasileiros. Um grupo de empresários do país veio ao Brasil durante o carnaval conhecer vinícolas da Serra Gaúcha.

A informação é da gerente do projeto Wines From Brazil, da Agência Brasileira de Promoção de Exportações (Apex Brasil) e do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravim), Andreia Gentilini.

Os poloneses demonstraram interesse pelo vinho brasileiro há algum tempo, mas ainda não fecharam contratos com o país, conta a gerente. Com a visita dos empresários, a Wines From Brazil quer dar um empurrão nas negociações com visitas a vinícolas do Rio Grande do Sul, além de rodadas de negócios a partir desta quarta-feira.

– São as primeiras reuniões do grupo polonês com o setor e vão servir como um sinalizador para as próximas negociações ou contratos –, disse a gerente, que preferiu não fazer estimativas.

A  Apex, no ano passado, lançou o desafio de exportar US$ 7,5 milhões em vinhos até o fim deste ano. O produto é vendido para 28 países, mas ainda precisa de mais divulgação, admite Andreia Gentilini.

– Nosso produto tem qualidade, já ganhou prêmios internacionais, mas não é tão conhecido.

Com a divulgação em feiras e eventos internacionais, a expectativa para o ano é consolidar mercados, ampliando as exportações para os principais compradores: Estados Unidos – o maior mercado do segmento – Alemanha e Inglaterra.

Os  EUA compraram R$ 1,9 milhão em vinhos de 22 empresas nacionais nos últimos quatros anos. O segundo maior mercado é a Alemanha,  compradora de 13 empresas brasileiras.

Outro desafio é vencer os reflexos da crise, que tornam os importadores de alimentos mais conservadores.

– Com a crise, ninguém quer novidade. As pessoas se tornam mais conservadoras. Só compram o que têm certeza que irão vender –, disse Gentilini.