Empresa alemã distribui kit para detecção rápida da Sars

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 15 de abril de 2003 as 08:54, por: cdb

Uma empresa de biotecnologia da Alemanha começou a distribuir gratuitamente um kit para detecção do vírus que causa a Sars (Síndrome Respiratória Aguda Grave), o tipo de pneumonia que matou mais de 140 pessoas em todo o mundo.

A empresa Artus, ligada ao Instituto Bernard Nocht de Medicina Tropical, de Hamburgo, diz que o kit pode detectar a presença do vírus em duas horas, enquanto os testes tradicionais demoram mais de dez dias.

O teste, distribuído em todo o mundo, é conduzido com base em amostras de saliva, fezes ou de tecido coletado da garganta dos pacientes.

Nesta segunda-feira, mais sete pessoas morreram em decorrência da doença em Hong Kong e outras quatro em outras partes da China – o país mais afetado pela Sars.

Código genético

“Como o teste pode provar a presença do vírus rapidamente, esperamos contribuir para que esta epidemia permaneça sob controle”, disse Thomas Laue, um dos responsáveis pelo desenvolvimento do kit na Atus, segundo a agência de notícias France Presse.

Ainda nesta segunda-feira, um laboratório canadense anunciou ter completado o seqüenciamento do código genético do vírus.

Segundo a agência Reuters, um representante do Centro de Ciências do Genoma Michael Smith, responsável pela descoberta, acredita que ela irá ajudar no desenvolvimento de um teste de diagnóstico confiável ou mesmo de uma vacina.

A Sars, que ainda não tem cura, foi registrada em cerca de 20 países nas últimas seis semanas. Mais de 3,3 mil pessoas já teriam contraído a doença.