Empate com sabor de derrota

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de dezembro de 2001 as 04:23, por: cdb

O Flamengo está completando 20 anos de sua maior conquista, o mundial de interclubes. Mas, Zico, Adílio e Nunes devem estar envergonhados com a atuação da equipe na partida contra o San Lorenzo, pela Mercosul.
A torcida compareceu em massa, mais de 80 mil, e fez a sua parte, mas os jogadores rubro-negros não entenderam os pedidos de raça.
E para piorar, os argentinos jogavam na retranca para poder explorar os contra-ataques armados por Romagnoli e Romeo.
A primeira oportunidade rubro-negra foi aos 27 minutos. Beto recebeu dentro da área e chutou forte para a defesa do goleiro Saja. Mas a bruxa estava solta no Maracanã e Petkovic sentiu uma lesão na coxa esquerda e foi substituído por Roma. Porém, com a entrada do atacante, o Flamengo ficou com três atacantes em campo e o capitão Beto acabou sobrecarregado nas articulações do time.
E logo no início do segundo tempo, Edílson tratou de piorar a situação rubro-negra ao ser expulso por ter dado uma cotovelada em Michelini. O atacante saiu de campo hostilizado pela torcida.
Curiosamente, os jogadores só atenderam os pedidos de raça da torcida quando ficaram em desvantagem no número de homens em campo. Com destaque para o zagueiro Fernando e com o capitão Beto.
No final da segunda etapa, Alessandro pediu para sair e em seu lugar entrou Bruno Carvalho. Mas os jogadores estavam visivelmente cansados e a conseqüência foi que o time se recuou. Era tudo que o San Lorenzo queria, pois um empate no Maracanã seria um resultado ideal, já que eles vão decidir o título em casa e com o Flamengo desfalcado.
Júlio César ainda fez belas defesas, uma quando o atacante argentino mandou uma bomba da entrada da área e outra aos 25 minutos, quando ficou sozinho com Romeo. Mas desperdiçar oportunidades de gol não era só privilégio dos argentinos. E aos 26 minutos, Reinaldo passou por três marcadores, mas na hora de finalizar chutou fraco, facilitando a defesa do goleiro Saja.
Com o resultado, o Flamengo precisa vencer o San Lorenzo na Argentina no dia 19/12 para ser bicampeão da Mercosul e assim manter a supremacia brasileira na competição. O campão fatura US$ 3 milhões e o vice leva US$ 1 milão.

Confusão na porta do Maracanã

Uma confusão na entrada do Maracanã deixou várias pessoas feridas, sendo três em estado grave, dois baleados e um esfaqueado. Os torcedores foram levados aos Hospital Souza Aguiar.
Com o tumulto, muitas pessoas não conseguiram entrar no estádio para assistirem o primeiro jogo da final da Mercosul. Com a multidão aglomerada no lado de fora, houve saques, furtos e muitos torcedores passaram mal, com alguns chegando a desmaiar.