Emissoras da Bandeirantes já têm a sua equipe de trabalho

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 19 de novembro de 2013 as 09:52, por: cdb
Diego Guebel formalizou a nova estrutura Artística e de Programação da Bandeirantes
Diego Guebel formalizou a nova estrutura Artística e de Programação da Bandeirantes

Em um comunicado distribuído no final da última semana, Diego Guebel formalizou a nova estrutura Artística e de Programação da Bandeirantes, incorporando os canais BandNews e Bandsports, com isto reforçando ou informando os campos de atuação de cada um.

Bem abaixo dele, Diego, como diretor-geral de Conteúdo, Márcia Saad foi designada para a direção de Relações – Cabo. Humberto Candill será o diretor da BandNews e Eduardo Ramos continuará no BandSports, além de Fernando Sugueno como diretor-geral de Programação, Paula Cavalcante – diretora de Produção, Denise Santana – diretora de Recursos Artísticos, Natalia Michelin – coordenação artística, Luciano Cury – direção de Criação Visual, Ângelo Ribeiro (Maca) – diretor de Chamadas e Pablo Mazover – Desenvolvimento.

Todos já foram empossados em suas novas funções.

Novidade na Eliana

"Entrega Pra Você", novo quadro da Eliana, tem como base reencontrar pessoas distantes há muito tempo, a partir de um objeto. Estreia domingo.
“Entrega Pra Você”, novo quadro da Eliana, tem como base reencontrar pessoas distantes há muito tempo, a partir de um objeto. Estreia domingo.

Novo domicílio
Honorilton Gonçalves, o número 1 do Artístico e Programação da Record até bem poucos meses, agora com uma longa barba branca – como Edir Macedo, está morando na Bahia.

Além de exercer funções na igreja, ele passou a cuidar das emissoras de rádio, a partir de Salvador.

Dentro disso…
A partir de agora, teoricamente, devem receber um ponto final todos os rumores sobre a possível volta de Honorilton Gonçalves para um cargo na televisão.

Ele, inclusive, acaba de mudar para a Bahia com toda a família.

Hortelino
O gol do Luciano do Valle ainda é o melhor de todos, imbatível, mas em suas narrações ele continua trocando os nomes dos jogadores.

Domingo, em Fluminense e São Paulo, Rafael Toloi virou Rafael Eloi e Rogério Ceni, Rodrigo Ceni.

Temporada de caça
Entre os nomes visados pelo canal Fox Sports, para compor a sua equipe de São Paulo, está o do Oscar Ulysses, narrador da rádio Globo.

Edu Zebini, chefe da equipe, e ele já trabalharam juntos em outras ocasiões.

Tempestade em copo d´água
Muita gente estranhou o porquê do “Domingão do Faustão” não ter apresentado o quadro das “Videocassetadas” no último domingo.

Isto se deu apenas pelo ajuste na programação da noite, diante da obrigatoriedade de exibir Fórmula 1 depois do “Sai de Baixo”. Simples assim. O “Domingão”, também excepcionalmente, foi ao ar em gravação.

Ruivinho na Globo
O jovem ator João Côrtes, o ruivinho dos comerciais da Vivo, contracenando com Grazi Massafera, Fábio Porchat e Francciny Castro Haetinger, vai fazer seu primeiro trabalho na Globo.

O nome dele foi confirmado no elenco de “O Assalto”, um dos episódios da série “Os Experientes”, com Beatriz Segall e Fernando Madeira. Direção do Fernando Meirelles. Côrtes também está em cartaz com o espetáculo “O Segredo dos Dois Pinóquios”, no Sesc Pompeia, em São Paulo.

Tema de abertura
A Record negocia para ter “Nós vamos invadir sua praia” como tema de abertura do especial “Tá tudo em casa”, protagonizado por Juliana Silveira, que irá ao ar em dezembro.

Música do “Ultraje a Rigor”, por acaso, hoje contratado da Bandeirantes para o “Agora é tarde”. Algo, no entanto, que não é visto como empecilho.

Bloqueio

Ainda a propósito do “Tá tudo em casa”, o cantor Naldo Benny chegou a ser cogitado para agitar uma das festas que irão acontecer no especial, mas, em virtude dos seus acertos com a Globo para o mesmo período, isso não foi possível.

Na falta de tu, MC Bruninha foi confirmada para o lugar.

Chacota
A instabilidade na audiência do “Máquina da Fama”, no SBT, tem gerado até certo deboche junto ao pessoal da antiga equipe, o “Famoso Quem?”.

Falam que o programa está naquela fase do “Boia ou Afunda” – numa referência a um quadro do “Domingo Legal”. Deu 5 no sábado. No fundo, no fundo, trocaram o que já era ruim por outro pior.

Câmera na mão

Serginho Groisman gravou os bastidores da mensagem de fim de ano da Globo e mostra o trabalho, como um documentário, no “Altas Horas” do dia 30.

A campanha começa a ser exibida domingo que vem, no “Fantástico”.

Bate – Rebate
•       O que é a vida… No sábado, com a transmissão de Palmeiras e Boa Esporte, a Bandeirantes dividiu o 1º lugar de audiência com a Globo. Ambas com 6,1…
•       … Foi um jogo da Série B, que a Band não terá o direito de fazer no ano que vem.
•       Virou um desafio. Desde a noite do último sábado, as emissoras também estão em busca de Henrique Pizzolato, o fugitivo do Mensalão…
•       … Valesse a brincadeira do “tá quente e tá frio”, Globo e Band, pela ordem, estão mornas.
•       Leo Bianchi entrou na escala de apresentadores do “Globo Esporte” em São Paulo, durante a ausência do titular Tiago Leifert, a serviço do “The Voice”…
•       … Começou no último sábado e, na oportunidade, já recebeu elogios do titular, sempre de plantão.
•       Hoje tem futebol na TV, amistoso da seleção, contra o Chile, direto de Miami…
•       Na Globo, depois de “Tapas & Beijos”, com Galvão e Casagrande, e no SporTV, Milton Leite e Maurício Noriega.
•       Ontem, pouco antes da hora do almoço, Silvio Santos mandou tirar do ar o telejornal “SBT Notícias”, da Neila Medeiros.
•       Informativo que ele mesmo resolveu inventar para enfrentar Datena e Marcelo Rezende.
•       Participação do Otávio Mesquita no “Domingo da Gente” colaborou efetivamente nos bons índices do programa apresentado por Ticiane Pinheiro…
•       … Ele é bom de palco.

C´est fini
O “Chaves”, salvador da pátria em tantas outras ocasiões, não está mais com essa bola no SBT. Ao contrário, ontem ficou demonstrado que não tem nem a mesma moral de antes.

Depois da decisão de acabar com o jornal do começo da noite, em vez dele, como sempre aconteceu em situações do tipo, resolveram escolher a série “Eu, a patroa e as crianças”.

Pior é que já chamam a “Patroa” de “Chaves” dos tempos modernos.

Ficamos assim. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Colaboração de José Carlos Nery