Embarques no aeroporto de Guarulhos podem ter problemas no final da tarde, diz PF

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 23 de maio de 2007 as 17:13, por: cdb

O presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Federal no Estado de São Paulo (Sindpf-SP), Amaury Portugal, estima que, a partir das 17 horas, possam ocorrer problemas nos embarques de passageiros no Aeroporto Internacional de Guarulho, em São Paulo.

– Vamos continuar com a operação-padrão. A tendência é que os problemas ocorram no período da tarde, principalmente a partir das 17 horas, quando há mais embarques -, disse Portugal.

Pela manhã, apesar de a operação-padrão também estar sendo feita, o movimento não foi afetado. De acordo com a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), até às 12 horas, ocorreram 38 embarques e todos transcorreram normalmente. Os passageiros também não tiveram problemas nos desembarques, que chegaram a 52 nesse período.

Até às 11 horas, alguns guichês de companhias aéreas previstos para começar a funcionar a partir das 13 horas permaneciam fechados, porém, outras empresas iniciaram o expediente mais cedo para evitar transtornos de passageiros que tinham vôos marcados a partir do meio da tarde.

Já havia filas nos guichês, mas a Infraero ressaltou que o movimento era normal, pois o check-in deve ser feito com antecedência.

A operação-padrão continua até esta quinta-feira, quando a categoria tem nova reunião de negociação com o governo federal. Se não houver acordo, a paralisação da Polícia Federal pode continuar, bem como a operação-padrão.

Os servidores da Polícia Federal pedem que o governo cumpra o acordo de recomposição salarial feito em 2006 com o então ministro da Justiça,  Márcio Thomaz Bastos. Os policiais federais esperam que o governo pague 30% do acordo prometido para fevereiro deste ano.