EM ISRAEL, PREMIER ITALIANO CONDENA ANTISSEMITISMO

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 9 de abril de 2012 as 08:44, por: cdb

JERUSALÉM, 9 ABR (ANSA) – O primeiro-ministro italiano, Mario Monti, criticou hoje o antissemitismo ao visitar o museu Yad Vashem, em homenagem às vítimas do Holocausto, em Israel.
   
“A Itália renova o seu empenho para manter viva, na sociedade civil, a consciência contra qualquer insurgente do antissemitismo”, escreveu o premier no livro de visitas do museu.
   
“Prestei homenagem com profunda emoção e respeito à força e ao coração do povo judeu, à sua história milenar e, particularmente, à tragédia desumana do Holocausto”, acrescentou Monti.
   
Além da visita, definida como “comovente” pelo premier, Monti se reuniu com membros da comunidade italiana em Jerusalém e ressaltou a “participação ativa e frutífera das comunidades judaicas à vida nacional italiana”.
   
Segundo ele, “a italiana é a mais antiga comunidade judaica fora de Israel”.
   
O premier italiano encerrou hoje sua visita a Israel e aos territórios palestinos, segunda etapa de um giro pelo Oriente Médio, e seguiu viagem ao Egito. Nesta tarde, Monti deve participar de uma série de reuniões no Cairo, sendo uma delas com o primeiro-ministro Kamal El Ganzoury. (ANSA)