Em campanha salarial, trabalhadores da Embrapa realizam paralisação

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 20 de junho de 2011 as 23:05, por: cdb

(1’12” / 283 Kb)  – Uma paralisação dos trabalhadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) se iniciou nesta segunda-feira (20). A greve de advertência tem duração de 72h e faz parte da Campanha Salarial 2011,  convocada pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário (Sinpaf). A adesão ao movimento é de mais de 90% das seções sindicais por todo o país.

Os trabalhadores pedem reajuste salarial com ganho real, fim de demissões e punições sem justa causa, revisão do Plano de Cargos, entre outros. São 95 pontos no total.

Desde o início de maio a categoria tenta negociar com os gestores da Embrapa, que é vinculada ao Ministério da Agricultura. Após onze reuniões, aproximadamente metade da pauta ainda está suspensa, devido à contraproposta considerada insuficiente ou a pedido de suspensão por parte da Empresa.

Caso a Embrapa não reaja positivamente a esta mobilização, os trabalhadores pretendem realizar mais paralisações nas próximas semanas, até o dia 18 de julho, quando poderão entrar em greve por tempo indeterminado.

De São Paulo, da Radioagência NP, Vivian Fernandes.

20/06/11