Educação faz mobilização para a inclusão social na Festa da Penha

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 17 de abril de 2012 as 15:39, por: cdb

Foi visando a inclusão social e profissional das pessoas que, por algum motivo, não concluíram os estudos, que a equipe da Secretaria de Educação de Vila Velha (Semed) estava presente durante a Festa da Penha 2012, que se encerrou nesta segunda-feira (16), divulgando os Programas Brasil Alfabetizado e Projovem Urbano. As inscrições para os programas estão abertas.

O núcleo de divulgação foi montado pelo setor Diversidade e Inclusão da Semed e funcionou na Casa da Memória, na Prainha. A equipe também esteve junto ao público da festa, no Parque da Prainha, mobilizando e divulgando os dois programas. “Fiquei feliz com esta atitude da Semed. É fantástico este trabalho de estar junto ao povo, olhando atentamente para uma necessidade importante como essa. Nada avança sem a educação e sem o conhecimento. Temos que, juntos, mudar a realidade brasileira e ter um Brasil onde todos saibam ler e escrever”, ressaltou Elha Maria Coutinho, que participava das festividades da Festa da Penha.

A responsável pela Educação de Jovens e Adultos do município, Kelly Mirela Leite, confirmou que a receptividade do público foi positiva. “As pessoas estão atentas, participativas e dispostas a ajudar a incluir alguém nestes programas”, pontuou Kelly.

Programa Brasil Alfabetizado

Para o programa Brasil Alfabetizado estão sendo selecionados alfabetizadores (é necessário ter o Ensino Médio completo), tradutores intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (além do Ensino Médio, eles devem ter o certificado do ProLibras) e coordenadores, que devem ter concluído ou estar cursando o nível superior na área da Educação. Os interessados podem se inscrever no dia 18 de abril, das 09h às 12 horas e das 15h às 16 horas, no auditório do Centro de Capacitação e Treinamento do Ensino Fundamental (Titanic), no Centro.

Projovem Urbano

O Projovem Urbano é uma oportunidade de concluir o Ensino Fundamental e se profissionalizar, porque o programa oferece capacitação nas áreas de construção, alimentação e vestuário. Ao longo dos 18 meses de curso, os alunos participantes recebem auxílio de R$100 por mês. Cada setor de qualificação disponibiliza 150 vagas, totalizando 450 vagas para os três cursos. Até o dia 30 de abril os interessados devem se dirigir ao núcleo de interesse portando a cópia e o original do CPF (obrigatório), RG, comprovante de residência e histórico escolar.

 

Núcleos

Construção – Unidade Municipal de Ensino Fundamental (UMEF) Paulo César Vinha, em Terra Vermelha

Alimentação – UMEF Prof. Zaluar Dias, em Guaranhuns

Vestuário – UMEF Prof. Ernani Souza, em Divino Espírito Santo

 

Mais informações: 3389-9397

 

Informações à imprensa:

Assessoria de Comunicação Semed

Letícia Passos