ECT estende acesso à internet

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 29 de abril de 2003 as 22:15, por: cdb

Com um tráfego de 10 bilhões de objetos entregues, entre cartas, telegramas e encomendas, 35 milhões de correspondências entregues por dia no país e uma rede total de logística de 54.252 pontos, a Empresa Brasileira de Correios conseguiu, desde o ano passado, integrar todos os 5.561 municípios brasileiros com voz, dados e imagem na chamada rede digital. Agora, parte para uma nova etapa de inserção na Internet.

O chefe de Departamento de Negócios e Operações na Internet dos Correios, Antonio de Paula Braquehais, informou hoje, na III Conferência Internacional Rio Telecom, que a estratégia inclui novos serviços para aumento da demanda como a criação de uma rede de acesso público (coletivo e compartilhado) colocando quiosques em todo o Brasil. Pelas suas agências, a empresa promoverá a interiorização da Internet, cobrindo todas as regiões do país, disse Braquehais.

Além de dar acesso à Internet, os Correios possibilitarão o recebimento e envio de e-mails e impressão de documentos. A solução será controlada por uma base de “smart-card”, que permite a identificação do usuário. A meta é aumentar os produtos na Internet visando a inclusão de micro, pequenos e médios varejistas no comércio eletrônico para geração de negócios. O papel dos Correios na inclusão digital é o de promotor de endereço eletrônico permanente para o consumidor brasileiro, disponibilizando toda a sua infra-estrutura para a formação de uma Sociedade da Informação no Brasil, ressaltou.