Economias atingidas pela SARS têm prejuízo de US$30 bi

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 28 de abril de 2003 as 09:48, por: cdb

Os prejuízos para as economias vítimas da epidemia de pneumonia asiática atingem US$ 30 bilhões em todo o mundo. No Canadá, a empresa de consultores J.P. Morgan afirmou que a cidade de Toronto perde US$ 30 milhões por dia devido aos efeitos da epidemia, revelou hoje a revista norte-americana Time.

Com um total de quase 350 casos no país, dos quais 267 só na província de Ontário, onde foram registrados 21 casos fatais até agora verificados, o Canadá continua sendo o país não-asiático que mais sofre, em todo o mundo, os efeitos da Sars. Na Ásia, a China e a Coréia do Sul poderão perder cerca de US$ 2 bilhões cada, em receitas turísticas, vendas e produtividade, tudo consequência da pneumonia asiática. As perdas do Japão e de Hong Kong poderão chegar a US$ 1 bilhão cada, enquanto prejuízos semelhantes deverão atingir Taiwan e Cingapura.

Até agora, a Síndrome Respiratória Aguda Severa (Sars), mais conhecida por pneumonia asiática, uma doença descoberta no sul da China em novembro de 2002, infectou cerca de cinco mil pessoas em todo o mundo, matando 319 pessoas. Os sintomas da doença são febre superior a 38 graus, tosse e dificuldades respiratórias.