Economia do Japão ainda enfrenta riscos, alerta FMI

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 5 de setembro de 2003 as 11:34, por: cdb

Uma recuperação sustentável e forte ainda não é uma perspectiva para a economia do Japão. Tóquio necessita antes aumentar seus esforços para administrar os problemas econômicos do país, afirmou o Fundo Monetário Internacional (FMI) nesta sexta-feira.

Em sua revisão anual da segunda maior economia do mundo, o FMI disse que são necessárias medidas mais agressivas para impulsionar a economia, como na política monetária e na reestruturação dos turbulentos setores financeiro e corporativo.

– A economia continua vulnerável…, o que está associado às fragilidades nos setores corporativo e financeiro – disse o Fundo.

O organismo prevê que a economia japonesa crescerá 2 por cento este ano, o que seria uma significativa melhora em relação ao avanço de apenas 0,2 por cento em 2002.

Para 2004, a previsão é de avanço do Produto Interno Bruto (PIB)de 1,5 por cento.

O Fundo previu também que a deflação e o desemprego continuarão castigando o país. O índice de preços ao consumidor deve cair 0,3 por cento este ano e o desemprego provavelmente ficará próximo de 5,5 por cento, o patamar recorde de alta visto em janeiro.