É preciso enxergar as qualidades e os benefícios da “Guerra”

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 14 de janeiro de 2013 as 09:34, por: cdb

Nem é o caso de arrumar briga com ninguém, mas novela também vai do gosto de cada um. E todos devem ser respeitados. Muito já se faloua respeito de “Guerra dos Sexos” e, entre o que foi colocado pelo pessoal do contra ou a favor, se percebe que alguns ainda não entenderam certas coisas.

Dizer que é sem graça, depende do que agrada a cada um. Os fãs do “Zorra Total” e da “Praça”, por exemplo, seguramente não vão se divertir com a “Guerra”. Porém de todas, atualmente em cartaz, independente da cor da emissora, é a que mais abusa do humor. E um humor anárquico e sofisticado, da melhor qualidade. Exigir mais o que do Tony, Irene, Glória ou Celulari?

Falar que não existem mais diferenças de pensamentos ou atitudes entre homens e mulheres, é algo meio esquisito. Seria um céu aberto se assim fosse, mas pelo menos no cotidiano que se tem notícia, o contraditório, até saudável em determinadas situações, persiste heroicamente. Não se deve ver a novela como um tratado ou como autora de uma tese profunda sobre tais distinções. Esta pretensão não existe. Ao contrário, a ideia é apenas se utilizar de tudo isso no seu lado comédia. O que a maioria não percebeu é que os seus responsáveis, o autor Silvio de Abreu e diretor Jorge Fernando, tiveram o cuidado de reunir um elenco excelente, que mostra atores da melhor qualidade em trabalhos completamente diferentes dos que haviam apresentado até então e – com as exceções de praxe – todos se saindo muito bem desta incumbência. Se a justificativa para os ataques que a novela vem sofrendo é a oscilação da sua audiência, todas as outras também padecem do mesmo mal. Já disse e repitoque não existe nada nesse mundo capaz de queimar tanto a língua como novela. Cuidado.

 

TV Tudo

 

Macarrão

 

A cenografia do Projac, ainda a propósito de “Guerra dos Sexos”, está preparando uma réplica da festa de San Gennaro, exatamente como acontece anualmente na Mooca.

A ordem é fazer tudo igualzinho.

 

Existe a possibilidade

 

A Band já ameaçou várias vezes voltar com o “Muito Mais”, que foi apresentado pela Adriane Galisteu no ano passado. Existem estudos a respeito. Pode ser, inclusive, no esquema de temporadas.

O que efetivamente parece mais fácil de ser colocado em execução é um “Muito Mais”, apenas durante o carnaval, com a cobertura dos bastidores, especialmente em Salvador e no Recife.

 

Carnaval – 1

 

A Bandeirantes dividiu assim o pessoal de microfone para a cobertura do Carnaval.

Em Salvador, na apresentação, estarão Betinho, Patrícia Maldonado e Rita Batista.

Em Pernambuco, Monica Apor e Eduardo Moura entrarão direto de Olinda, enquanto Nadja Haddad e Téo José, do Recife.

Carnaval  – 2

 

A direção da Globo bateu o martelo e decidiu que irá trabalhar com repórteres diferentes em desfiles das escolas de samba da Série A e no Grupo Especial, do Rio.

Na transmissão da série A, na sexta-feira e no sábado, trabalham os repórteres Silvana Ramiro, André Curvello, Carol Barcellos, Gabriela de Palhano, Ana Carolina Raimundi, Susana Naspolini, Danilo Vieira e Diego Haidar.

 

Carnaval – 3

 

No grupo especial, domingo e segunda-feira, para todo o Brasil, foi escalada uma equipe maior.

Muito maior, por sinal, com Pedro Bassan, Flávia Jannuzzi, Renato Ribeiro, Paulo Renato Soares, Mariana Gross, Edimilson Ávila, Tiago Eltz, Carlos Gil, Márcio Gomes, Sandra Moreyra, Mônica Teixeira, Mônica Sanches, Fábio Júdice,  Flávio Fachel, Tatiana Nascimento, Bette Lucchese, Fernanda Graell e Isabella Scalabrini – da TV Globo Minas.

 

Olha que situação

 

O “Mulheres Ricas” da Band tem zero de verba de produção. As participantes, com relação às diversas despesas, são obrigadas a botar do bolso e algumas, de mulheres ricas, não têm coisa nenhuma.

A viagem a Europa, por exemplo, foi toda custeada pela Cozete Gomes.

Mercado – 1

Além do departamento comercial, que já está em vias de, outros setores do SBT também devem sofrer mudanças mais profundas, que podem se estender ao próprio Grupo Silvio Santos.

Guilherme Stoliar, por exemplo, segundo desejo dele mesmo, pode entregar a presidência do GSSpara Renata Abravanel, a filha mais nova do apresentador.

Mercado – 2

 

Toda essa reformulação em muito tem a ver com os resultados do SBT em 2012.

Se houvesse um crescimento de 25%, a emissora fecharia no azul. Mas foi de apenas 10%, prejuízo que levou Silvio Santos instalar ou deflagrar este processo de mudanças.

Bandido

 

André Di Mauro
André Di Mauro

André Di Mauro começa a aparecer amanhã em “Balacobaco”, na Record, no papel de Arnaud.

É um matador de aluguel contratado por Norberto (Bruno Ferrari) para eliminar Magno (André Segatti).

 

 

 

Também tem isso

 

Na terça passada, dia de estreia do “Big Brother Brasil”, o blog “Qual Canal” capturou 130 mil menções referentes ao programano Twitter. E isso somente com a hashtag #BBB13.

Mas, apenas para efeito de comparação, em setembro, durante uma semana e com todo aquele sucesso, “Avenida Brasil” não conseguiu nem a metade disso.

 

Nome diferente

 

A Globo trabalha com o título de “Em Nome do Filho”, do Walcyr Carrasco, substituta de “Salve Jorge”.

Existe uma lógica nisso. A história aposta no conflito de um casal na disputa de uma criança. A novela abordará adoção e erro médico, entre outros temas.

Bem parecido

Chamou atenção, nos últimos registros do Ministério da Justiça, um título de programa do SBT, do qual a emissora, consultada, ainda não tem maiores informações a respeito. Possivelmente uma série de fora.

“De saia justa” é o nome. Uma coisa meio em cima das necessidades femininas. Seria alguma homenagem ao programa do GNT?

 

Patrícia Naves
Patrícia Naves

Nova das seis

 

Em “Flor do Caribe”, substituta de “Lado a Lado” na Globo,

Patrícia Naves fará Ivete, secretária e braço direito do grande vilão da história, Alberto, papel de Igor Rickli – lançamento da novela. A produção estreia em março.

 

 

 

 

 

Bate – Rebate

 

·       Na Globo, o “Auto Esporte” voltará com programas inéditos a partir do dia 3 de fevereiro.

·       Diego Guebel, número 1 do entretenimento da Band, está em férias. Volta no dia 20.

·       Clayton Lazzarini, um dos mais respeitados empresários da música, passa a cuidar da carreira do cantor Giliard.

·       Neto reassume, hoje, o comando de “Os Donos da Bola”, na Band.

·       Patrícia Abravanel e Márcio Ballas voltam a gravar, a partir do dia 31, no SBT, edições inéditas do “Cante se puder”.

·       Este retorno também inclui Lola Melnick, Nahim e Nany People.

·       Como se observa, o programa permanece na grade da emissora.

·       Ainda hoje a Record deve decidir uma data para o início de gravações de “Dona Xepa”.

·       Entre março e abril, José Luiz Datena deve começar a gravar os primeiros pilotos do “Quem quer ser um milionário?”.

·       Fernando Gabeira é o convidado do “Roda Viva”, da Cultura, e do Mario Sérgio Conti, nesta segunda, 10 da noite.

 

C´est fini

 

Denise Fraga e o marido, o diretor Luiz Vilaça estão circulando por Inglaterra e Itália.

Na volta, os dois juntos, casados também no profissional, irão se dedicar a um novo programa do “GNT”, a série “Terezas”, que conta ainda com Cláudia Mello no elenco.

 

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau

Colaboração:   José Carlos Nery