É nossa…

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 26 de abril de 2003 as 14:11, por: cdb

Destacando-se como voz isolada em defesa do Estado do Rio no Congresso, o deputado Simão Sessim (PP-RJ) apresentou em plenário, na Câmara, um rosário de argumentos consistentes em favor da instalação da refinaria de petróleo no território fluminense. Ele mostrou que, no decorrer deste ano, intensificou-se a extração petrolífera no litoral, lembrando que o Rio de Janeiro tornar-se-á, simultaneamente, forte exportador de hidrocarbonetos e maior supridor do mercado interno, e, se não houver melhora na capacidade de refino, o Estado ficará na mera condição de exportador de óleo cru e importador de derivados.

Depois de fazer uma análise do mercado de petróleo, Sessim explicou que as refinarias existentes não conseguem refinar todo o óleo pesado de Campos.

– Como parte do que se produz vai para a exportação, nada mais justo que a primeira das novas refinarias seja instalada no Norte Fluminense – sublinhou, acrescentando que a região tem baixa densidade demográfica e pequena concentração industrial, e, por ser ambientalmente favorável, poderá abastecer, por rodovia ou ferrovia, os maiores centros consumidores do País, além de exportar expressivo volume de derivados.

BATEU, LEVOU
Na posse do presidente da Associação dos Prefeitos, ontem, na Firjan, Paulo Ziulkoski, presidente da Confederação Nacional dos Municípios, azedou o clima ao disparar, em seu discurso, chumbo grosso contra o Congresso. Presente, o deputado Francisco Dornelles (PP-RJ) acusou o golpe: pediu a palavra e contra-atacou, no mesmo tom.

Ambos foram aplaudidos, numa revelação pública de amor ao debate.

TRABALHO – 1
O presidente Lula não vai participar das comemorações, quinta-feira, Dia do Trabalho, organizadas pelas centrais sindicais. Havia a expectativa de que o ex-líder metalúrgico prestigiasse os eventos promovidos pela CUT e a Força Sindical. Apesar de não fazê-lo, estará em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, neste 1º de Maio, onde assistirá, pela manhã, a uma missa em homenagem aos trabalhadores.

TRABALHO – 2
Falando em 1O de Maio, a Força Sindical gastará cerca de R$ 2,5 milhões na festa de comemoração do Dia do Trabalho.

No evento em São Paulo, sorteará cinco apartamentos, 10 carros zero-quilômetro e três motocicletas. Segundo a central, festa e prêmios são patrocinados por grandes empresas.

MEGAPOSSE
Para agilizar os trabalhos judiciários, o desembargador José Lucas Alves de Brito, corregedor-geral da Justiça do Estado, deu posse, ontem, aos 365 candidatos que concluíram o estágio probatório. As comarcas começam a receber, nesta segunda-feira, a nova leva de comissários de menores, oficiais de Justiça e técnicos judiciários.

Mais 411 já começaram o estágio probatório, de seis meses de duração.

POP STAR
Nunca, na História da República, a nomeação de um secretário estadual de Segurança ganhou tanto espaço na mídia nacional como a do ex-governador Anthony Garotinho. Espera-se que sua saída não tenha igual repercussão.

BANDA PODRE
O ministro do Interior da Rússia, Boris Grizlov, demitiu, ontem, 135 delegados de Polícia, como parte da luta contra a corrupção.

TIMIDEZ
A polêmica cantora irlandesa Sinead O’Connor anunciou ontem, em sua página na Internet, que deixará a música para levar uma vida normal e pede aos fãs que, a partir de agora, respeitem sua privacidade.

– Quero ser como o restante das pessoas, sair pelas ruas e não ser reconhecida. Acreditem ou não, sou muito tímida – declarou a cantora, que chegou a rasgar uma foto do papa João Paulo II em frente às câmeras de TV, virou sacerdotisa em 1999 e, pouco antes de casar-se pela segunda vez em 2001, assegurou que era homossexual.

CHAPA BRANCA
Do deputado Eduardo Paes (PFL-RJ):

– Antes, a Central Única dos Trabalhadores estava na oposição, fiscalizando os atos federais. Agora, a CUT é chapa branca e alguém precisa protestar contra o congelamento da tabela do imposto de renda, a perenização do imposto do cheque, o índice de reajuste para os apose