Durante posse de novo ministro, Lula defende Matilde Ribeiro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008 as 17:26, por: cdb

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu a ex-ministra da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) Matilde Ribeiro no discurso durante a posse do novo titular da pasta, Edson Santos.

— Matilde sai do governo sem ter cometido nenhum crime, não cometeu nenhum delito, teve apenas falhas administrativas —, disse o presidente.

Lula afirmou que teve uma conversa franca com Matilde e disse a ex-ministra que não compensava ficar no cargo para ser “massacrada” como foi durante dez dias consecutivos.

— Faço minhas homenagens à companheira Matilde que continua sendo minha companheira intocável que sempre foi desde o tempo da militância dela em Santo André [SP] —, disse.

Logo no início do discurso, o presidente afirmou sentir uma mistura de felicidade pelo ministro que entra, Edson Santos, e tristeza pela que sai, Matilde Ribeiro.

Matilde deixou a secretaria em 1º de fevereiro após suspeitas de uso irregular do cartão corporativo. No ano passado, ela  gastou R$ 171 mil no cartão durante viagens de trabalho, com diárias, aluguel de carros e hospedagem.