Duhalde negociará para garantir vitória “contundente” de Kirchner

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 28 de abril de 2003 as 13:27, por: cdb

O presidente Eduardo Duhalde espera uma vitória de seu candidato Néstor Kirchner no segundo turno, dia 18 de maio, das eleições presidenciais argentinas, mas buscará acordos multisetoriais para formar uma força “contundente” contra Carlos Menem nessa instância, disse hoje à AFP uma fonte do gabinete.

A alta fonte governamental, que pediu o anonimato, disse que na estratégia oficial para o segundo turno, Kirchner “deverá sustentar a idéia de confrontação do novo modelo (econômico) contra o velho modelo (econômico), buscando um debate público com Menem”.

A idéia oficial de que Kirchner representa o modelo da “inclusão social e crescimento econômico” contra Menem, que defende o mercado ortodoxo, começou a ser percebida no primeiro turno, mas será um dos pilares da campanha para o turno decisivo.

Ainda segundo a fonte, os temas prioritários que o novo governo deverá abordar são “a renegociação dos contratos com as empresas privatizadas e em particular um novo quadro tarifário; a renegociação com os credores privados e com o Fundo Monetário Internacional, além da demanda social e de uma indispensável recomposição salarial”.