Drenna lança disco autoral e independente no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010 as 12:42, por: cdb

Carioca da gema, a cantora carioca de pop/rock Drenna lançou neste início de 2010 seu primeiro disco autoral e homônimo. Com produção totalmente independente, Drenna foi ousada. Escolheu o estúdio Observatório dos Ecos, do músico Marcelo Yuka, para gravação do CD. E quase um ano depois, tudo está pronto.

“Estávamos procurando um estúdio de qualidade. Nesta mesma época a Jô Rocha, que assina a direção do disco, passou a trabalhar com o Yuka. Vimos os trabalhos que já haviam sido realizados, gostamos, então resolvemos gravar lá”, explica Drenna.

Acompanhada de um time de peso, o disco, com produção de Fred Inglez, tem duas participações mais que especiais. Além do próprio Fred, que assina a guitarra na faixa ‘Então me diga’, Marcelo Yuka participa com o teclado em ‘Gelo Coração’.

“Queríamos alguma participação especial, pensamos em alguns artistas, até que surgiu a idéia de convidar o Yuka para participar. Ele curtiu e então rolou. Ficamos muito felizes”.

Drenna assina oito faixas do disco, com exceção de ‘Desenho de Giz’ e ‘Siga’. Além de compor, ela mesma gravou o backing vocal e a guitarra. A bateria e guitarra ficaram por conta de Milton Carlos e Rodrigo Pex, que acompanham a cantora nos shows. E para completar, Drenna convidou os músicos Jamaica para o baixo e Ronald Salles para terceira guitarra.

Carioca determinada, ela também escolheu a arte e as fotos do disco. Quem ouvir, vai perceber as principais influências da cantora. Guns n’ Roses, U2, Nando Reis, Janis Joplin, Led Zepplein. Drenna assina um disco de rock, feito por quem toca há mais de 10 anos e já passou pelos tradicionais palcos do Teatro Odisséia, CineLapa e Cinematheque na festa do i_Musica.

Além de Niterói, Mendes, Itaboraí, Petrópolis, interior de Minas Gerais, como Leopoldina, Ouro Branco, Conselheiro Lafaiete, e ainda Marataízes e Guaçuí, no Espírito Santo. ‘Não foi fácil fazer um disco independente, mas queríamos algo de qualidade e fomos atrás. Tenho certeza quem ouvir, vai gostar!’ garante ela.